Menu

Pesquisas

FEBAB

Arquivo do blog

Inforbiblio Copyright © 2009 - Toos os Direitos Reservados. Imagens de tema por MichaelJay. Tecnologia do Blogger.

Destaque

Mestre em Ciência da Informação - PCD

O bibliotecário Igor Peixoto Torres Girão, tornar-se o primeiro mestre em Ciência da Informação com múltiplas deficiências do Norte e Nor...

Visitantes

Arquivo do blog

Siga por e-mail

Postagens mais visitadas

Gestora do Inforbiblio

VeeThemes

Rose Marques

Bibliotecária formada pela Universidade Federal de Alagoas (UFAL). Atualmente trabalha com Gestão de Arquivos. Entusiasta das redes sociais e TI. Blogueira desde 2008 e apaixonada por design de interiores, adora jogar The Sims 4. Fã de cinema e séries. Curte MPB dos anos 80 e música romântica. Também ama ler e sonha em criar um lugar que seja um misto de biblioteca com livraria, ou algo do tipo..

Instagram

Facebook

19 agosto 2011

Ensaio Sobre a Netnografia

Os autores Marconi & Presotto (1985) empregam a derivação etimológica da palavra Antropologia (anthropus = homem; logos = estudo) que vem do grego e significa estudo do homem ou “ciência que estuda o homem, suas produções e seu comportamento”.  A Etnografia (ethnos = povo; graphein = escrever) também vem do grego e significa o conjunto dos escritos sobre os povos no tocante as suas culturas, raças, credos e etc. Na Antropologia a cultura é concebida no seu sentido mais amplo por englobar os modos comuns aprendidos da vida, que são transmitidos pelos indivíduos e grupos em sociedade.  A Antropologia é a ciência da humanidade e da cultura, pois abrange espacialmente toda a terra habitada e as sociedades organizada.
O termo Netnografia foi cunhado na década de 1980 por Robert V. Kozinets, ressignificando uma abordagem da Etnografia. A idéia de Netnografia pode ser aplicada nas pesquisas que contemplem os estudos comportamentais de usuários em ambientes virtuais (PINTO et.al 2007). Conforme esses autores a Etnografia pode se estender também aos territórios-rede, pois constitui-se também como comunidades organizadas virtualmente.
Para destacar o emprego da netnografia nas comunidades virtuais, Montardo & Passerino (2006) destacam três formas para a aplicação dessa metodologia segundo Kozinets (1997). 1 - Como ferramenta metodológica para estudar comunidades virtuais puras, aquelas em que as relações são estabelecidas somente na Comunicação Mediada por Computador – CMC. 2 - Como ferramenta metodológica para estudar comunidades virtuais derivadas, aquelas que transpõem às relações no Ciberespaço, ou seja, as relações se estabelecem também no meio tradicional e real. 3 - Como ferramenta exploratória para diversos assuntos. Destacam também que para o etnógrafo obter resultados fenomenológicos que concernem na concepção dos participantes sobre o mundo, a melhor técnica de observação é a observação direta, participante e crítica. 

Esses são trechos do meu artigo Ensaio Sobre a Netnografia Aplicada em Comunidades Sociais Virtuais, que estava engavetado e rosolvi publicar, mesmo estudando para o concurso do IFAL. Existem acontecimentos que nos levam a sair de um foco e direcionar nosso olhar para outro. O artigo completo está publicado nos links abaixo. 
 
Leia mais no ISSUU em e-book
Ou em: http://pt.scribd.com/doc/62599254

Nenhum comentário:
Write comentários

Sejam Bem-Vindos!!!

Comentem a vontade, podem deixar sugestões.

Receba Conteúdo Atualizado