Menu

Pesquisas

FEBAB

Inforbiblio Copyright © 2009 - Toos os Direitos Reservados. Imagens de tema por MichaelJay. Tecnologia do Blogger.

Destaque

Mestre em Ciência da Informação - PCD

O bibliotecário Igor Peixoto Torres Girão, tornar-se o primeiro mestre em Ciência da Informação com múltiplas deficiências do Norte e Nor...

Visitantes

Siga por e-mail

Postagens mais visitadas

Gestora do Inforbiblio

VeeThemes

Rose Marques

Bibliotecária formada pela Universidade Federal de Alagoas (UFAL). Atualmente trabalha com Gestão de Arquivos. Entusiasta das redes sociais e TI. Blogueira desde 2008 e apaixonada por design de interiores, adora jogar The Sims 4. Fã de cinema e séries. Curte MPB dos anos 80 e música romântica. Também ama ler e sonha em criar um lugar que seja um misto de biblioteca com livraria, ou algo do tipo..

Instagram

Facebook

27 fevereiro 2012

Biblioteca do Carandiru


Bom exemplo! Onde já existiu a Casa de Detenção do Carandiru, há dois anos existe a Biblioteca de São Paulo, construída ao custo total de R$ 12,5 milhões de reais e com uma área de 4,2 mil metros quadrados, com capacidade de receber 800 pessoas por hora e administrada pela Poiesis, a mesma que administra o Museu da Língua Portuguesa.
Segundo o BLOGoteca, objetivo é que a Biblioteca de São Paulo marque uma mudança no modelo de gestão das 961 bibliotecas que integram o sistema do estado e sirva como centro de treinamento de profissionais para esses estabelecimentos. A inspiração vem de experiências bem-sucedidas em Bogotá, na Colômbia, e Santiago, no Chile. Nesses dois países foram criados fundos pró-livro e leitura de aporte financeiro público-privado com o objetivo de viabilizar bibliotecas modernas, veículos de transformação social.
A intenção é dar ao local mais o ar de uma grande e moderna livraria do que o de uma biblioteca estadual ou municipal tipicamente brasileira – a maioria, mesmo no estado de São Paulo, em precário estado de preservação de acervo e instalações. A gerente do projeto lembra ainda que o desejo é criar uma cultura de “frequência e  convivência”, pelo motivo de existir uma estação de metrô em frente à biblioteca.
O espaço é bem equipado com computadores com acesso a internet, há também acessibilidade com mesas adaptadas para cadeirantes, audiolivros e obras em Braille. Nesse período a biblioteca já foi visitada por mais ou menos 630 mil leitores.
Além dos sábados a biblioteca também abri aos domingos e feriados, mas fecha as segundas-feira.

Saiba tudo aqui: www.bsp.org.br

Nenhum comentário:
Write comentários

Sejam Bem-Vindos!!!

Comentem a vontade, podem deixar sugestões.

Receba Conteúdo Atualizado