Menu

Pesquisas

FEBAB

Arquivo do blog

Inforbiblio Copyright © 2009 - Toos os Direitos Reservados. Imagens de tema por MichaelJay. Tecnologia do Blogger.

Home Ads

Tags

Advertisement

Popular Posts

Instagram

08 julho 2012

Acesso à Informação e as Novas Tecnologias: Desafios para o Século XXI

Esse é o tema do II Fórum Baiano de Arquivos e Bibliotecas Públicas, a ser realizado entre os dias 25 e 26 de julho de 2012, que tem como determinante, reunir profissionais e interessados na gestão de Arquivos e Bibliotecas Públicas. 
Ao realizar este evento a Secretaria de Cultura, através da Fundação Pedro Calmon - FPC, "pretende sensibilizar a comunidade baiana para a efetividade do Sistema Estadual de Cultura por meio do fortalecimento dos Sistemas Estaduais de Arquivos e Bibliotecas", ressalta a organização do evento. 
No último dia, 27/07 ocorrerá também o IV Encontro Baiano de Bibliotecários de Bibliotecas Públicas e o VI Encontro Baiano de Arquivos Municipais são destinados, especificamente, aos profissionais bibliotecários e arquivistas. Programação aqui e inscrições aqui ambos localizados na home page do evento. 

A Fundação Pedro Calmon - FPC foi criada em 29 de Abril de 1986, pela Lei 4.662. Atua no recolhimento, organização, preservação e divulgação de acervos documentais de arquivos públicos e privados e no estímulo e promoção de atividades relacionadas às bibliotecas e arquivos, organizando, atualizando e difundindo seus acervos. É também da competência da Fundação Pedro Calmon a assistência técnica a bibliotecas e arquivos municipais, buscando a preservação e estruturação dessas unidades. 
A estrutura organizacional da Fundação Pedro Calmon é composta pelo Centro de Memória que tem como objetivo proteger e dar conhecimento da história da Bahia, através da preservação e ordenação de arquivos privados e de personalidades públicas, bem como a realização de cursos e seminários de formação gratuitos.
Assim como pelo Arquivo Público da Bahia que foi criado em 16 de janeiro de 1890 pelo então governador da Bahia, Manoel Victorino Pereira. É reconhecido como o segundo mais importante do país pelo Arquivo Nacional e sempre esteve voltado para o recolhimento de documentos históricos. Dentre o vasto material que pode ser encontrado no acervo, estão documentos raros, manuscritos originais, produzidos à época do Brasil Colonial, quando Salvador ainda era sede do Governo Geral do Estado (1549-1763).

Fontes: http://www.fpc.ba.gov.br/
http://www.fpc.ba.gov.br/node/1955
http://diarq.fpc.ba.gov.br/
https://www.facebook.com/fpedrocalmon

Nenhum comentário:
Write comentários

Sejam Bem-Vindos!!!

Comentem a vontade, podem deixar sugestões.

Receba Conteúdo Atualizado