Menu

Pesquisas

FEBAB

Arquivo do blog

Inforbiblio Copyright © 2009 - Toos os Direitos Reservados. Imagens de tema por MichaelJay. Tecnologia do Blogger.

Destaque

Mestre em Ciência da Informação - PCD

O bibliotecário Igor Peixoto Torres Girão, tornar-se o primeiro mestre em Ciência da Informação com múltiplas deficiências do Norte e Nor...

Visitantes

Arquivo do blog

Siga por e-mail

Postagens mais visitadas

Gestora do Inforbiblio

VeeThemes

Rose Marques

Bibliotecária formada pela Universidade Federal de Alagoas (UFAL). Atualmente trabalha com Gestão de Arquivos. Entusiasta das redes sociais e TI. Blogueira desde 2008 e apaixonada por design de interiores, adora jogar The Sims 4. Fã de cinema e séries. Curte MPB dos anos 80 e música romântica. Também ama ler e sonha em criar um lugar que seja um misto de biblioteca com livraria, ou algo do tipo..

Instagram

Facebook

05 junho 2017

Dandara Baçã - Coordenadora Geral do SNBP

A bibliotecária Dandara Baçã de Jesus Lima é a nova coordenadora-geral do Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas (SNBP), órgão da administração federal encarregado pela política nacional das bibliotecas públicas, que é subordinado ao Departamento de Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas do Ministério da Cultura (MinC). Ela substitui a também bibliotecária Virgínia Bravo Esteves, que estava no cargo desde setembro do ano passado (Biblioo, 2017).


A nomeação da nova coordenadora foi publicada no Diário Oficial da União no último dia 23 de maio e a mesma tomou posse no cargo no último dia 02 de junho de 2017.  Pela frente a nova coordenadora terá a missão de zerar o número de municípios sem bibliotecas, algo desejado, mas nunca alcançado efetivamente pelas gestões anteriores. De acordo com os dados do SNBP (os dados mais recentes são de 2015), o Brasil tem 6102 bibliotecas públicas municipais, distritais, estaduais e federais, nos 26 estados e no Distrito Federal (BIBLIOO, 2017).

No post anterior, eu reclamava da representatividade da classe, isso é o que não falta na Dandara Baçã, que tem um histórico de luta em favor dos direitos humanos.Veja a entrevista que ela deu ao CRB-6, simplesmente maravilhosa. Olha o que ela responde quando é indagada sobre qual a sua visão sobre a biblioteconomia e a atuação do bibliotecário no Brasil. 

"Existe um potencial a ser desenvolvido, visto que há pouca vontade de se reinventar. Na Biblioteconomia existem muitos preconceitos explícitos, principalmente contra quem não possui mais títulos acadêmicos. Percebo que, muitas vezes, não sou ouvida em grupos de discussão da área por ainda não ser pós-graduada, por exemplo. Além disso, a Biblioteconomia brasileira vive em um mundo próprio, marcado por uma suposição de que haja reconhecimento profissional para todos. Mas nos deparamos constantemente com preconceito, homofobia, transfobia e racismo. Precisamos quebrar essa “bolha” e nos reinventar. Há muita demanda da sociedade por serviços que temos competência para realizar, mas não o fazemos." (DANDARA BAÇÃ AO CRB-6).

Dandara Baçã de Jesus Lima é Bibliotecária no Ministério da Saúde, formada na Universidade de Brasília (UnB). Graduanda em Direito pelo Centro Universitário do Distrito Federal (UDF), cursa também pós-graduação em Direito Notarial e Registral, além de mestrado em Saúde Coletiva na UnB. Ativista social, Dandara atua no Movimento Negro Unificado (MNU), na organização Corpolítica, na Frente de Mulheres Negras do Distrito Federal e no Entorno e Rede de Ciberativistas Negras Contra o Racismo e o Sexismo (CRB-6, 2017).

Fontes:
Biblioo <http://biblioo.cartacapital.com.br/o-sistema-nacional-de-bibliotecas-publicas-tem-uma-nova-coordenadora-geral/>

CRB-6 <http://blog.crb6.org.br/artigos-materias-e-entrevistas/crb-6-entrevista-dandara-baca/ >

Nenhum comentário:
Write comentários

Receba Conteúdo Atualizado