Menu

Pesquisas

FEBAB

Arquivo do blog

Inforbiblio Copyright © 2009 - Toos os Direitos Reservados. Imagens de tema por MichaelJay. Tecnologia do Blogger.

Home Ads

Tags

Advertisement

Popular Posts

Instagram

06 dezembro 2011

Nova Biblioteca Central de Stuttgart


A Biblioteca Central de Stuttgart na Alemanha inaugurada em outubro de 2011, foi projetada pelo arquiteto coreano Eun Young Yi e custou 80 milhões de Euros, após 3 anos de construção. O projeto coreano foi aprovado no ano de 1999 e competiu com outros 235 projetos. 
Meu sonho é criar um espaço único aqui em Maceió, nunca dantes visto no Brasil (sonho de Ícaro). Um dia eu chego lá...

03 novembro 2011

Uma Questão de Perspectiva


As possíveis novas aquisições da Biblioteca do Exército é o assunto do dia na mídia: Folha. Partindo do pressuposto de que a bibliotecária responsável pela biblioteca especializada do Exército em Brasília tenha realizado um Estudo de usuário na referida instituição, e constatou uma necessidade maior para aquisição de livros literários, eu não vejo mal nenhum no fato de obras como “As Crônicas de Narnia” e a saga de “Crepúsculo” fazerem parte do acervo. Afinal de contas, aprendemos na academia a não sermos preconceituosos. Eu sei... trata-se de uma biblioteca especializada. Mas se a mesma não buscar formas de atrair seus leitores, vai acabar única e exclusivamente como “depósito de livros”. E presumi-se também, claro, que a escolha dos títulos devem ter o gosto particular da colega profissional. Eu no caso teria sugerido outros títulos. Que fique bem claro, não estou jugando nem defendendo a escolha dos títulos e sim o fato de toda biblioteca dedicar um espaço para as obras literárias. Foram selecionados também outros títulos, como obras do Filosófo Alemão Karl Marx.
Outra questão também é saber: a comunidade onde a mesma está situada tem acesso a essa biblioteca? Mesmo que seja só para consultar? Se tiver... acho pertinente.  Outra questão... Soldados do Exército não tem gosto pela leitura? Ou ainda, não levam livros para casa? Não tem momentos de lazer? Não tem filhos que gostem de ler esse gênero. Outro ponto muito latente que indago é: Será que o gosto literário tem mesmo haver com idade? Um adulto não pode gostar de Stephenie Meyer, ou uma criança não poderá gostar de Machado de Assis.  São questionamentos que nos leva a pensar que, quem os levam muito ao pé da letra, beira ao radicalismo e até mesmo a hipocrisia.
Creio que os livros existem para serem lidos, e que para se ler livros técnicos e/ou científicos sem achá-los fatigantes, é preciso antes que o leitor já tenha um hábito dantes adquirido lendo o gênero que mais gosta. Quem sabe... um soldado que não tem o hábito de ler, pode começar a frequentar está biblioteca e descobrir depois que gostar de ler inclusive os livros que antes julgava “chatos”. Tudo é uma questão de acesso e costume. Cabe ao bibliotecário facilitar o acesso ao conhecimento e dinamizar o gosto para a leitura desses usuários.

23 outubro 2011

Fotos da V Bienal

21 outubro 2011

Portal Saberes & Sabores do Baixo São Francisco


A aluna da UFAL @ingridabs apresentou seu trabalho no Congresso Acadêmico sobre a criação do Portal de Saberes e Sabores que desdobra-se do projeto de extensão (PIBIP-AÇÃO) intitulado Festival Gastronômico do Baixo São Francisco, o qual se encontra em seu quarto ano consecutivo.  A proposta do site tem origem na identificação de demandas relacionadas com a produção de informação, promoção e comercialização de produtos da culinária ribeirinha, levantadas juntos aos grupos sociais envolvidos (donos de restaurantes, trabalhadores do ramo, pesquisadores e gestores do turismo).

“Podemos dizer que o site poderá  também ser um espaço de produção de dados e informação sobre  bases sociais, econômicas e culturais da cadeia produtiva da alimentação comercial da região e ser também um espaço para o desenvolvimento de ações de extensão acadêmica com base em pesquisa de natureza empírica” (ABS, 2011 ).
Segundo a aluna, o objetivo é disponibilizar informação sobre gastronomia, cultura e turismo à população ribeirinha ao Baixo São Francisco, e, potencialmente, gerar condições para o desenvolvimento econômico destes lugares. Criar um canal de promoção, distribuição e comercialização de produtos e serviços, estimulando o ramo de alimentação na referida área de abrangência. 
Fonte: Slides da própria autora enviados a mim por e-mail.

19 outubro 2011

XII ENANCIB

A discussão desse tema no XII ENANCIB visa estimular o debate e a ação para a proposição de políticas públicas de informação. O tema resgata questões já abordadas em ENANCIBs anteriores, especialmente no X ENANCIB, a partir das quais se pretende continuar e intensificar a reflexão sobre políticas que orientem a gênese, a organização, a recuperação e a comunicação da informação de interesse para a sociedade e para o cidadão. A programação científica do ENANCIB é baseada na apresentação de comunicações orais e posters, realizadas em Grupos de Trabalho coordenados por especialistas.

GRUPOS DE TRABALHO

GT 1 Estudos Históricos e Epistemológicos da Ciência da Informação
GT 2 Organização e Representação do Conhecimento
GT 3 Mediação, Circulação e Apropriação da Informação
GT 4 Gestão da Informação e do Conhecimento nas Organizações
GT 5 Política e Economia da Informação
GT 6 Informação, Educação e Trabalho
GT 7 Produção e Comunicação da Informação em CT&I
GT 8 Informação e Tecnologia
GT 9 Museu, Patrimônio e Informação
GT 10 Informação e Memória
GT 11 Informação e Saúde

Fonte:

VAGA RESERVA PARA BIBLIOTECONOMISTA - MP/AL


O Ministério público de Alagoas publicou edital que oferece vaga reserva para o cargo de Biblioteconomista, ou se preferir Bibliotécario (mera questão de nomeclatura). Somente para a comarca de Maceío, só para outros cargos tem vagas para as comarca de Penedo, Arapiraca e Delmiro. As incrições serão realizadas pelo site da copeve.
Início das Inscrições: 00h00 do dia 25/10/2011
Fim das Inscrições:    17h00 do dia 25/11/2011

Local de Inscrição: Via Internet (vide Edital)
Taxa de Inscrição: R$50,00 (médio) / R$70,00 (superior)
Escolaridade: Nível Médio e Nível Superior
Vagas: 22 (médio) / 28 (superior)
Remuneração: R$1.720,57 (médio) / R$3.000,00 (superior)
Data das Provas: 22/01/2012
Data de Divulgação do Resultado: 29/02/2012

Detalhes: Concurso Público para provimento de 50 cargos efetivos do Ministério Público do Estado de Alagoas, sendo 28 vagas para nível superior em diversas áreas, além de 22 vagas para cargos de nível médio. Provas nos dias 22 de janeiro de 2012 (nível superior) e 29 de janeiro de 2012 (nível médio). Click no link a baixo para salvar o edital:



17 outubro 2011

Biblioteca Especializada em Gastronomia

A Fundação Biblioteca Internacional de Gastronomia – B.IN.G, nasceu no ano de 1992 do encontro de estudiosos e amantes da cultura gastronômica e pela iniciativa de Orazio Bagnasco. A fundação com sede em Lugano é uma instituição filantrópica que possui 4000 título em seu acervo em várias línguas, incluindo o português. 


A biblioteca possui uma vasta aquisição na área da gastronomia, como dieta, higiene alimentar, agricultura, História da alimentação, Vinicultura, poesia gastronômica, ou seja, tudo relacionado a gastronomia. A instituição ressalta que, a comida tem um papel fundamental no testemunho de costumes, hábitos e convenções sociais. A linguagem dos alimentos é um código complexo, que envolve ética, símbolos, rituais, e é uma expressão da identidade pessoal. Consequentemente, o processo cognitivo, o trabalho sobre os hábitos alimentares de um povo, pode "de fato ser mais envolvente, lançando luz sobre outros aspectos da sua história, suas crenças religiosas, a sua cultura".

Fonte:
http://www.fondationbing.org/italiano/biblioteca.htm

Link fornecido pela colega Ingrid Lopes.

15 outubro 2011

Inovação

 
Foi inaugurada em março desde ano a primeira biblioteca de e-books do mundo e o mais interessante é que a mesma fica localizada no aeroporto internacional de Taiwan, mais exatamente alojada no duty-free e já conta com 400 títulos disponibilizados para viajantes em trânsito pelo aeroporto. A biblioteca  foi criada em colaboração e apoio financeiro do governo de Taiwan. Para o usuário que não possui o dispositivo, a biblioteca conta com 40 deles. Os e-books estão disponíveis em chinês é claro também em inglês. 




06 outubro 2011

Homenagem ao Prof. Jaime Robredo

Faleceu no dia 28 de setembro de 2011, o professor Jaime Robredo, certamente um dos grandes nomes da Biblioteconomia brasileira. Autor de várias obras de grande relevância na área de ciência da informação, Jaime Robredo possuía formação em química pela Facultad de Ciencias Universidad de Madrid. Era professor titular aposentado da Faculdade de Ciência da Informação da Universidade de Brasília, e atuou principalmente nas áreas de estudos métricos (bibliometria, infometria, cientometria e webmetria), informática documentária, representação, organização e gestão da informação e do conhecimento. O falecimento de Jaime Robredo representa uma grande perda para a Ciência da Informação e para a Universidade de Brasília. 

Esta nota que você acabou de ler foi retirada do blog da Biblioteca da UNB: http://bceunb.blogspot.com/2011/09/professor-jaime-robredo.html 
nesse link está disponível várias obras desse ilustre professor.


Do site do professor Oswaldo Almeida Júnior http://www.ofaj.com.br/  retirei  o trecho abaixo;

"O pesquisador deixa uma obra densa, caracterizada pela profundidade e detalhamento de que são capazes somente os verdadeiros mestres. A sua capacidade de reunir, expor e transmitir a seus colegas e alunos o seu cabedal solidamente construído e fundamentado assegura a transcendência de seus conhecimentos para além do nosso tempo, base para novos avanços, renovação e inovações. Trata-se, portanto, de um imortal".

19 setembro 2011

FÓRUM INTERNACIONAL DE BIBLIOTECONOMIA ESCOLAR


Acontece em São Paulo entre os dia 18 a 21 de outubro de 2011, o II Fórum Internacional de Biblioteconomia Escolar, como também o V Seminário de Biblioteca Esoclar: A Prática em Evidência. Abaixo as taxas de inscrições:

Inscrições:


Categoria
Até 30/08/2011
Até 30/09/2011
Até 09/10/2011


Profissionais R$ 110,00 R$ 155,00 R$ 200,00

Estudantes* R$ 55,00 R$ 80,00 R$ 100,00  

* Comprovante de matrícula atual no ato do credenciamento será exigido

As informações completas encontram-se no site: http://www.acquaviva.com.br/sisconev/index.asp?Codigo=34,5



















 

29 agosto 2011

V BIENAL INTERNACIONAL DO LIVRO DE ALAGOAS


Clicando no site http://www.edufal.com.br 
você encontrará informações sobre reservas de Estandes e também um link para o Manual do Expositor em PDF.

19 agosto 2011

Ensaio Sobre a Netnografia

Os autores Marconi & Presotto (1985) empregam a derivação etimológica da palavra Antropologia (anthropus = homem; logos = estudo) que vem do grego e significa estudo do homem ou “ciência que estuda o homem, suas produções e seu comportamento”.  A Etnografia (ethnos = povo; graphein = escrever) também vem do grego e significa o conjunto dos escritos sobre os povos no tocante as suas culturas, raças, credos e etc. Na Antropologia a cultura é concebida no seu sentido mais amplo por englobar os modos comuns aprendidos da vida, que são transmitidos pelos indivíduos e grupos em sociedade.  A Antropologia é a ciência da humanidade e da cultura, pois abrange espacialmente toda a terra habitada e as sociedades organizada.
O termo Netnografia foi cunhado na década de 1980 por Robert V. Kozinets, ressignificando uma abordagem da Etnografia. A idéia de Netnografia pode ser aplicada nas pesquisas que contemplem os estudos comportamentais de usuários em ambientes virtuais (PINTO et.al 2007). Conforme esses autores a Etnografia pode se estender também aos territórios-rede, pois constitui-se também como comunidades organizadas virtualmente.
Para destacar o emprego da netnografia nas comunidades virtuais, Montardo & Passerino (2006) destacam três formas para a aplicação dessa metodologia segundo Kozinets (1997). 1 - Como ferramenta metodológica para estudar comunidades virtuais puras, aquelas em que as relações são estabelecidas somente na Comunicação Mediada por Computador – CMC. 2 - Como ferramenta metodológica para estudar comunidades virtuais derivadas, aquelas que transpõem às relações no Ciberespaço, ou seja, as relações se estabelecem também no meio tradicional e real. 3 - Como ferramenta exploratória para diversos assuntos. Destacam também que para o etnógrafo obter resultados fenomenológicos que concernem na concepção dos participantes sobre o mundo, a melhor técnica de observação é a observação direta, participante e crítica. 

Esses são trechos do meu artigo Ensaio Sobre a Netnografia Aplicada em Comunidades Sociais Virtuais, que estava engavetado e rosolvi publicar, mesmo estudando para o concurso do IFAL. Existem acontecimentos que nos levam a sair de um foco e direcionar nosso olhar para outro. O artigo completo está publicado nos links abaixo. 
 
Leia mais no ISSUU em e-book
Ou em: http://pt.scribd.com/doc/62599254